Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
Você é como pescador
quieto, paciente
a contemplar o meu mar,
tão agitado e revolto,
farejas meu cheiro,
acalma-me com o olhar,
atrai-me sem pudor.
Atiça-me com saborosas iscas,
Adivinhas meus esconderijos,
Aguardas atento, à espreita,
Ouves meu rumor.
Tento camuflar-me...
Misturo-me às ondas brilhantes,
Sorrateira, curiosa, faminta,
Tento a fuga, debato-me,
Mas a armadilha é fulminante.
Ai que dor! ... Frágil, quase sangro.
Luto em vão, sei da tua conquista,
Escorrego, só resta me entregar.
Prepara-se cuidadosamente,
o sol como companheiro... Bonito!
O vento cúmplice acaricia seu rosto
por dentro um prazer infinito,
a lançar a linha vigorosa,
me queres e entrego-me a teu ardor...
Farto-me, delicio-me surpresa..
Exausta, rendo-me... Sou tua presa.

 
Soninha Porto Poemas
Enviado por Soninha Porto Poemas em 17/10/2006
Reeditado em 21/02/2014
Código do texto: T266334
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos reservados à autora Soninha Ferraresi Porto®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soninha Porto Poemas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
285 textos (16519 leituras)
1 áudios (61 audições)
18 e-livros (1742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:04)
Soninha Porto Poemas