Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo

Nunca vi nada tão belo como teu olhar
a sua languidez fazia-me delirar,
em devaneios me afogar
e querer, neles me deleitar.

Ó vida cruel o que irei fazer?
Se nem em sonhos posso te ter,
na rua da amargura irei me desfalecer
e a morte em seus braços irá me ter.

Antes que com ela fosse dançar
meu coração, ainda vivo, não parava de suspirar
por aquele lindo e lúgubre olhar
tão belo quanto o nostálgico mar.

Se contigo fosse viver
lindos momentos iríamos ter.
Se eu pudesse, toda noite, nos teus braços adormecer
o que mais da vida, iria querer?
Thiago Maia
Enviado por Thiago Maia em 17/10/2006
Código do texto: T266716
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Maia
Recife - Pernambuco - Brasil
3 textos (188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:36)
Thiago Maia