Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Te amo, mas te odeio

É madrugada, penso no que poderíamos ter vivido

Se não fosse por você

Se não fosse pela sua ausência

Queria tanto te ver de novo

Mas isso se torna cada vez mais difícil

É cada vez mais longa a distância entre nós

E eu não posso mais fazer nada

Já dei todas as minhas forças e vontades para continuar

Agora não dá mais

Pelo menos nesse momento

Mas ainda te amo

E te odeio

Jô Borges
Enviado por Jô Borges em 18/10/2006
Código do texto: T267718
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jô Borges
São Luís - Maranhão - Brasil, 29 anos
14 textos (834 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:35)
Jô Borges