Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Suplica Amor

Que o amor não zombe de mim
porque sou ultrapassadamente
romântico;
Que o amor não me aprisione nas insólitas garras do Dr. Gauchet;
Que o amor me traga Deus, aquele de quem preciso agora;
Que o amor contenha meus soluços, que o amor me faça soluçar porque soluçar é melhor do que não ter ninguém para lembrar;
Que o amor desvende o segredo, a química que prende duas pessoas num sublime laço de ternura;
Que o amor me faça perdoar setenta vezes sete, ou o quanto for necessário desarrogante para ser feliz;

Que o amor me traga novamente outra imagem real daqueles olhos isofistimáveis;

Que o amor me vigie para que o céu azul não se coagule por um pensamento mal que me desconheça;
Que o amor me levante cedo, que me diga trabalhe, vença, cresça;
Que o amor me desabotoe as roupas, me ponha na cama, me diga te amo e que não desapareça;
Que o amor seja eterno, embora a vida seja efêmera.
Sérgio Caldeira
Enviado por Sérgio Caldeira em 22/12/2010
Código do texto: T2685214

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Caldeira
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil
89 textos (6712 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/05/17 10:25)
Sérgio Caldeira