Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR TUDO PODE

O amor tudo pode todos os dias,
Toda hora, todo minuto e segundo...
Ele é que é o alimento da alma,
Do carinho e do contentamento

Pode ser amor de majestade ou de poeta
É preciso viver, praticar, cultuar e aceitar
Sua formula a todo o momento da vida.
Do jeito que vier...

É impossível calcular seus efeitos
Medir sua dimensão, talvez nem
Haverá resultados perceptíveis
Nem mente humana para saber se reabilita
Da dor ou se constrói desilusões

Mas é o mais perfeito dos sentimentos
No encontro e desencontro, talvez vá
De encontro ao sorriso, talvez nem
Se percebe que é a redenção do homem
E leva a vida ao caminho certo à salvação

Um amor bem cuidado sempre vale
A pena pelo que há de difícil e fascinante
Pelo que faz errado e refaz o ofuscado
E ao conhecê-lo exclusivamente
Construímos o altar de nossas vidas

De culpa e ciúmes sempre iremos viver
E viveremos da posse, da inveja, da mentira,
Do abandono ou afrontas.

Quem tem direito à absolvição, terá de ser absolvido.
O amor vem para acalmar todos os males
Do ser humano que foi projetado para a busca.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 20/10/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T269150
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79581 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:12)
R J Cardoso