Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor, Venha !

Evaldo da Veiga

Venha, gosto de você sempre presente,
chegando ao momento da ternura e do desejo.

Amo passear nesse teu corpo suave e de explosão...

Entendo os teus sabores,
gosto de gostar dos teus gostos,
da tua leveza bem pura em efervescente
estado de cio.

Gosto dos teus atos em que estabeleces cumplicidade
de indecente beleza.

Nada é muito e nem pouco
somente na dosagem que você gosta e ama...

E, em você gostando e amando, amo também.

Você sempre em mim deságua em dós dois;
buscas o gozo em mim e também no teu próprio corpo,
e transferes o gozo auferido,
no corpo e no gozo de nós dois.

Às vezes é um pouco além, em uma arte da tua ousadia.
E eu amo tuas buscas e nelas regozijo-me,
porque são tuas, são de nós dois.

Entendo-te bem assim, você é assim
gosto que sejas assim,
exatamente como és.

Amo esta tua inocência experiente,
que conhece os caminhos do gozo e da doação.

És Santa nos momentos próprios,
mas não esvazias certos momentos
com Santidade imprópria, inconveniente...

É como és, exatamente assim,
és como devia de ser



evaldodaveiga@yahoo.com.br

Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 20/10/2006
Reeditado em 03/05/2012
Código do texto: T269184

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313600 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:20)
Evaldo da Veiga