Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VISAGEM

Como um objeto não identificado
Você surge por momentos breves
Leve flutua nua no meio leito
No meu peito, meus instintos.

Seu grito solitário me apavora
Procuro pela aurora para as trevas dissipar
Mas a noite continua e você ainda nua
Flutuando no espaço me enlouquece,
E permanece no meu quarto.

Tento em vão abrir a porta
A fumaça me sufoca
Você pra mim sorri
Desespero me entontece
Somente com uma prece
Você se afasta de mim.

E agora tão sozinho
Lembro só do teu carinho
Quase morro de saudade
Vendo à luz do teu olhar.
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 24/06/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T27219
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:10)
FalcaoSR