Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estou só!

To sozinho, to passado, to sofrendo,
Não soube conduzir o meu destino,
Meus sonhos de união estão morrendo,
E a frieza no meu corpo está surgindo.

Minha alma está deitada ao relento,
Vagando seu olhar no infinito,
Na cadeia do destino sou detento,
Onde o silencio abafa o próprio grito.

É a esperança de vida que não acaba,
Mas deixa sangrando o coração!!!
Lobo solitário
Enviado por Lobo solitário em 25/10/2006
Reeditado em 10/09/2011
Código do texto: T273438

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lobo solitário
Jaú - São Paulo - Brasil, 29 anos
37 textos (2938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:11)
Lobo solitário