Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AME

doce corpo
mel
fita meu olhos
os fecho para não te ter

cega-me
e me faça entender
o por que quero tanto você

doce boca
mel
me guia a língua
me esqueço para não compreender

cala-me
e me beije agora
me entregue esse imenso prazer

doce mulher
fel
me sangra a alma
estilhaça meu ser

ama-me
e se faça minha
cative-se e se molde ao querer

inocência,
ah! o quão difícil é, menina
ah! o quão difícil é, mulher

inexperiência,
abra os olhos do seu coração
e enxergue a sua necessidade

falta de vivência,

descubra o que é bom
e irá entender
que com o pulsar do coração
você pode aprender

não existem variáveis externas
quando se quer amar
basta andar com as próprias pernas
e apenas um pouco acreditar

se não quiser acreditar,
apenas sinta,
permita isso,
feche os seus olhos,

feche!
sinta o toque do amor em sua alma
como profecia exata do que há de vir
chore, chore muito
grite até que sua voz acabe
corra até suas pernas adormecerem
ouça você mesma até que fique louca
se entenda

e então...
quando todas as suas forças e resistências acabarem...

ame!

MaxVc
Enviado por MaxVc em 26/10/2006
Reeditado em 27/10/2006
Código do texto: T273817
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MaxVc
Goiânia - Goiás - Brasil, 35 anos
75 textos (4215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:01)
MaxVc