Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor profundo

Não há solidão maior que o amor,
Pois mesmo em ti, mulher, alheio estou,
Preso a um amar que me priva da tua companhia
E que te ama avesso a teu amar, juntos e apartados na alma.


Teu corpo, meu corpo, paredes, muros,
Quero te amar com os órgãos,
Quero te sentir com as pernas, os braços,
Mas este amor adere à alma e desprende o mundo!


Aqui, sós, apartados em nós mesmos,
Entre nós estamos eu e você,
Neste elo que separa as almas
E amarra os corpos desfazendo os nós.
Gabriel Calixto
Enviado por Gabriel Calixto em 02/11/2006
Reeditado em 02/11/2006
Código do texto: T279782
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gabriel Calixto
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
13 textos (1103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:43)