Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lições para a felicidade(parte2)

Valorize-se
 
 É preciso primeiramente caro leitor, aclarar o que seja realmente a autovalorização. Alguns acham que isso é dar vazão à vaidade, à jactancia, à tendencias discriminatórias, etc.
 Não é possivel valorizar-se a sí mesmo sem reconhecer o valor do outro. Ademais, não se pode comparar grandezas de naturezas distintas. Isto posto, comparações pessoa à pessoa é , senão erro grave, desperdício em todos os aspectos possíveis.
 Compara-se, isso é correto, atitudes ou atuações de pessoas ou grupos inseridos num mesmo contexto ou panorama.
 Para autovalorizar é, obviamente, necessário o conhecimento de si mesmo como ser humano.
 Conhecendo-se como um ser capaz de influir no meio em qual vive, e por extensão em todo o universo, se é capaz de cobrar para sí , mui naturalmente, o respeito devido por todo o sistema externo à sua individualidade e seus adendos.
 Você é muito importante. Todo o universo seria diferente não fosse sua existencia. Aquilo que produz com o seu suor, com seu esforço pessoal, com o seu trabalho faz diferença na vida de muitos seres. É sabido que a consciencia de tal fato põe sobre os ombros uma grande responsabilidade. Mas, alguém tanto mais é útil e importante quanto mais responsabilidades têm.
 Em geral, as pessoas tendem a desestimularem as outras. Acham, intimamente, que encorajar à vitoria, reconhecer as qualidades, elogiar sinceramente às diminuem. Isso é fruto da ignorância: Quanto maiores são em si mesmos os seres, maiores vêem os outros.
 A autovalorização é o ato de reconhecer-se como merecedor das coisas boas, não como simples dádivas ou acasos, porém como recompensas pela atuação na vida.
 E isso ,claro, impõe que aquela seja louvável. Ou seja, não consegue valorizar-se adequadamente, àqueles cujas conquistas sejam as custas de tramoias, embustes ou engodos. Na verdade, o ser desleal, desonesto é em potencial àquele qual não percebe em si capacidade para construir seus ideais. Então busca atalhos. É um pobre diabo a amargar a desgraça de não sentir-se possuidor natural de nada do que tem. Isso explica a tentativa diuturna de tentar obter mais e mais.
 Se você comumente recebe ofensas, palavras de ingratidão, desconhecimento às suas qualidades, e em si é consciente delas. Sorria! você está no caminho dos vencedores. Porque os maiores e melhores seres conhecidos pela história, passaram por isso. Ora! Tomas Edson, Einstein. Até mesmo o Grande Cristo foi assolado por tais impropérios.
 Pois bem. Quanto melhor você for, mais invejado será. Ninguém nunca vai declarar isso a você com palavras diretas. Mas muita gente vai fazer coisas para voce sentir-se menor. É uma forma de proteção dos que sentem-se incapazes: Diminuir os outros para que tornem-se iguais ao que acham que são.
 Portanto, não caia em armadilhas. Ouça tudo com atenção, e faça bom uso de qualquer coisa. Você pode transformar tudo que diz respeito à voce. Faça isso com as ofensas. Você é capaz.
 Ao acordar lembre-se que só há um você em todo o universo.
 Não importa se você trabalha em uma grande empresa, se é autônomo, se é o presidente ou um mendigo. Só você é você. isso parece muito óbvio quando dito. Mas, em verdade, o tempo todo as pessoas esquecem-se disso e levam suas vidas a tentando  ser outras.
 Todo feito seu tem a sua marca pessoal. Não importa o que seja. não importa se é um produto, um serviço, um tratamento cordial ao seu semelhante, uma convivência amigável em seu meio. Mesmo se você trabalhar numa fábrica com mais um milhão de pessoas fazendo a mesma coisa. O que fez, foi VOCÊ quem o fez.
 Não se importe se as pessoas não demonstrarem valorização quanto as coisas que faz. A coisa mais comum é as pessoas fingirem que não dão valor. O importante é você saber. Você é o mais importante. Se você tem certeza, então , comova-se com o pobre coitado , incapaz de o perceber.
 Não gaste tempo tentando mostrar aos outros o quanto você é importante.
 Haja naturalmente e perceba o valor de todos ao seu redor.
 Quem se sente também importante, o perceberá. Com isso você vai selecionar seu meio de convívio e economizará muita energia.
 Encare suas derrotas como erros de cálculo. Corrija-os e lance novamente. A vida é eterna. Não se ache,NUNCA, incapaz de realizar os seus ideais. Isso NÃO é verdade.
 Não é método eficaz para valorizar-se, ficar repetindo mecanicamente, como um papagaio: "Eu sou isso,eu sou aquilo". Isso é bobagem, seja lá qual for a explicação. Você tem, e pode , descobrir-se como uma fonte inesgotável de possibilidades. Ter consciencia real de que pode ir a qualquer lugar, realizar qualquer feito, dentro da esfera racional humana.
 E para isso, você tem de conhecer sua natureza.
Não é se enganando que vai coseguir isso. Você precisa saber por quais caminhos vai chegar. Com qual braço atira melhor, com que perna chuta melhor.
 Voce tem que conhecer sua melhores armas e qualidades.Isso implica automaticamente em saber o que não é melhor em você.
 Valorizar-se adequadamente é saber que todos nós temos algo de valiosíssimo, e cujo bem temos de explorar ao máximo. Não é ficar imaginando que podemos num passe de mágica tornarmo-nos super seres. Estamos num mundo real. Qualquer coisa do tipo "você pode até voar!" , dá por alguns dias uma ilusiva energia, qual logo se quebra deixando um vazio imenso e angustiante.
 O interessante é saber que você pode ser feliz como você mesmo. Que o seu valor é de ordem universal.
 Você tem uma mente com capacidades infinitas. Vive e faz acontecer a cada instante uma grande quantidade de coisas realmente importantes.
 Saiba do seu valor verdadeiro. Esqueça essas coisas do tipo: " Você pode ganhar um milhão em um dia!", ou ," conquistar todas as pessoas!" . Invista em felicidade real e palpável. Você não precisa sair de dentro de você mesmo para experimentar a felicidade plena.
A única coisa necessária é agir em conformidade com suas habilidades.
 
 
 
 
Roni Muniz
Enviado por Roni Muniz em 06/11/2006
Reeditado em 27/03/2012
Código do texto: T283592
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roni Muniz
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
129 textos (16836 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:31)
Roni Muniz