Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PORQUE NÃO ME FALAS ANJO MEU - A RESPOSTA

Já não consigo usar os sons,
Tu em mim representas alegria e tons,
A minha rebita e o meu carnaval,
O meu vendaval, o meu desejo visceral.

Dizes em antítese que não vos falo,
E em unísono jamais me calo,
Quando vos quero escrever,
Não para descrever,
os amores não se descrevem,
Não para sobreviver,
Os apaixonados vivem e não sobrevivem.

És sim a comtemplação,
Dos meus dias de perdição,
Continuas a sensação,
De que tudo em mim é emoção,
Continuas a minha vaidade,
E quase sempre viva saudade.

Parece que te conheço do nada,
Da longa e penosa estrada,
Que é este sentimento,
Conheço-vos pelo meu sofrimento,
Conheço-vos pela falta de alento.

Mas não pares as minhas lágrimas,
Porque choro as minhas lástimas,
Pelo tempo e pelo mundo,
Pelo querer que tenho por ti profundo.

Falas das penas, e sim, és a minha pena,
De fêmeas de falcões, ainda que pequena,
Teras nestes olhos sempre descrição,
Porque sim, vives no meu coração.
DerAlter
Enviado por DerAlter em 07/11/2006
Código do texto: T284334
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DerAlter
Angola
18 textos (634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:05)
DerAlter