Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Pedaços"

.
O dia vaza nas horas rastejantes
A noite chega trazendo um ardente desejo
Eu nos teus braços amantes
Tua boca na minha boca, doce beijo.

A noite chega tangendo incertezas
No véu das horas que no vento se vão
Você nos meus braços completando a beleza
Das horas que passam marcando a ilusão

A madrugada se esvai lentamente
No vão das horas que se vão passando
Eu nos teus braços atentamente
Querendo gritar ao mundo que estou te amando

O dia chega diluindo verdades
Em mim um desespero se apossa ligeiro
Agora as horas me trazem saudade
Daquelas horas em que te amei por inteiro

Agora, sozinho e sem tempo
Sem dia, sem noite, sem hora sequer
Sou o que resta de um pensamento
Que trouxe para meus braços tão furtiva mulher

Agora, sem amor, sem nexo, sem sexo
Com toda a contradição
Sou do desamor o reflexo
Do espelho que em mim refletiu desilusão

Agora, no meio de um pranto
Que não serve sequer de acalanto
Ou me trás qualquer feliz sensação

Sou apenas fera ferida
Algo que vive sem ter vida
Respirando o ar fatal da solidão

Sou apenas espelho quebrado
Estilhaçado
Dividindo em pedaços meu coração




® Varley Farias Rodrigues
Varley
Enviado por Varley em 09/11/2006
Reeditado em 19/11/2006
Código do texto: T286949

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Varley Farias Rodrigues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Varley
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
127 textos (5448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:28)
Varley