Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEL E PRATA

Que importa este sentimento,
Este oceano perdido sem alento,
Que importa  este tormento,
Que me leva a ti sem vencimento?

Que importam as lágrimas de dor,
Estes lamentos e preces ao Senhor,
Se tudo em mim é cinzas e pó,
E chagas abertas iguais á Jó?

Que importam as minhas fracas líricas,
Os jogos silenciosos de mímicas,
Que importa sentir-te presente,
Se na verdade estás léguas ausente?

Que importa o tempo questionar,
As feridas eternamente magoar,
Que importa investir,
Quando tens pressa em partir?

Porque importa amar,
Quando na verdade não vou acalmar,
Que importa admirar o mar,
Quando não te tenho como luar?

Mas importa saberes de mim,
Pelo menos como será o meu fim,
Nestes campos de opressão,
Aonde teu nome é minha canção.
DerAlter
Enviado por DerAlter em 10/11/2006
Código do texto: T287196
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DerAlter
Angola
18 textos (634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:18)
DerAlter