Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor sem igual

Sonho-te em seda, jogada em meu leito.
Eu espero o devido momento
Para ouvir de teu corpo o aceito
Para um sonho leve e lento

Tomá-la em beijos, sem medo.
Ter a meu favor o tempo
Para saber que ainda é cedo
E que a vida é momentos

Um sussurro um abraço, um beijo entre caricias.
Um suspiro um pedaço, entre as delicias.
De tuas mãos um afago, de tua boca o beijo.
Dentro de ti eu me acho, e logo me perco.

Perco-me em êxtase em teu amor sem decência
Acho-me grande, às vezes sem paciência.
Entro e saio de você sem a menor consciência
Que me encontro no olimpo, por pura excelência.

Teus olhos me fitam um momento, sinto você minha sina.
Teu sexo fica violento, meu amor minha menina.
Aperta-me e me tira o fôlego, como que fosse morrer.
Chama-me, grita como louca como se fosse perecer.

Sussurra-me no ouvido, coisas que eu não sei dizer.
Ama-me, me deixa me iluda, mas não me deixe sem você.
Então o dia amanhece a noite ficou para trás.
Eu beijo teu rosto lindo, você me diz. Eu quero mais.
eros
Enviado por eros em 11/11/2006
Código do texto: T288762
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
eros
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
11 textos (798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:18)
eros