Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Felicidade

Uma busca sem trégua, o ser humano trava.
Busca a felicidade na vida como no deserto a água
Um sonho uma esperança, algo no que acreditar.
Num sorriso de criança, será lá que a felicidade está.

Tal sentimento tão nobre, é mistura é turbilhão.
È algo tão intrigante que palpita o coração
Um sentimento errante, ou uma ilusão.
E esta busca incessante, cheia de sim e não.

As vezes nos confundimos, sem saber o que é certo
È como se misturasse tudo de longe e perto.
È um beijo, um momento um som que nos chega à alma.
Será Carla, ou Joelma a mulher que cala a alma.

Fiz o poema e entrego, a dona sabe que é dela.
Fiz a noite em um micro, defronte a minha janela.
Espero que lhe agrade, esta poesia singela.
Combine com seu olhar Joelma, Joelma, Joelma.
eros
Enviado por eros em 12/11/2006
Código do texto: T288986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
eros
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 49 anos
11 textos (798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:06)
eros