Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEU OLHAR

Não há palavras para detalhar com precisão o teu olhar.
Fitar os olhos em ti é como contemplar uma obra-prima de um grande escultor.
Ao mesmo tempo em que encobre um mistério, revela um afago, uma carícia.
Às vezes parece triste como se quisesse contar um grande segredo.
Exprime um caráter forte, mas um ser carente, afável, indiferente.
Observar teu olhar é como penetrar sua alma e encontrar nela grandes tesouros escondidos. Sentimentos profundos que são ofuscados pelo temor de uma nova experiência ou até mesmo pela ausência de um afeto.
Teu olhar é belo, é puro, é audacioso! Exprime segurança, exprime desejo.
Desejo de mimo, desejo de ser compreendido, desejo de se entregar.
Teu olhar é diferente!
Fitar os olhos em ti é como entrar nas profundezas do teu coração e arrancar de lá os melhores momentos, os mais sólidos sentimentos.
Teu olhar exprime a beleza da alma e a incerteza do amanhã.
Olhar em ti é se entregar ao delírio da imaginação e deixar de lado as regras  para entrar em contato com o que há de mais sagrado em teu ser.
É como investigar o teu interior e descobrir a grandeza, a alegria e, ao mesmo tempo, a tristeza, a carência.
Teu olhar é um convite irrecusável.
Ao mesmo tempo em que parece vazio, é cheio de inspiração.
Teu olhar diz que te falta um complemento, algo que nem mesmo você pode decifrar,
Teu olhar conta que vives uma grande procura. Uma busca de algo que te faça estremecer, que faça uma revolução em tua vida.
Mas, teu olhar é terno, é doce, transmite grandeza, sobriedade, sensatez.
Teu olhar revigora, fortifica, engrandece...
Traz a inspiração que transforma um dia nublado em uma bela paisagem de primavera.
Não há expressão verbal que explique teu olhar, mas há a certeza de que olhar profundamente para ti faz com que o desejo se torne mais intenso, mais ardente!
Teu olhar é um pedacinho do céu em tonalidade diferente, é o brilho do sol, é a beleza da noite em tom de poesia.
É a renovação dos desejos dia após dia, manhã após manhã, noite após noite...
É teu olhar, somente teu olhar!
Nádia Mourão Mello
Enviado por Nádia Mourão Mello em 13/11/2006
Reeditado em 07/03/2008
Código do texto: T290160
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nádia Mourão Mello
Brasília - Distrito Federal - Brasil
136 textos (16353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:41)
Nádia Mourão Mello