Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem você, fico fraco...

Onde está o corpo que me alimenta?
E toda sensualidade que me acalenta?
Meus lábios sentem falta da pele clara,
da paz lasciva que emanava da sua aura.

Prefiro a surdez ao infindável silêncio,
calaram-se os sussurros e os gritos intensos,
silenciaram em nós todos os gemidos,
sobraram apenas restos de ilusões e sonhos perdidos...

Prefiro as trevas a sua ausência,
pensamentos nunca substituirão sua essência
e se o amanhã for apenas para te imaginar,
que os olhos ceguem para nunca mais o amor contemplar.

Fraco estou a cada dia,
seu sabor esvai-se rapidamente da minha vida,
quero sorver as gotas que jorram da fonte mais pura,
do cálice rosado que escorre o néctar da paixão e da loucura.

Rastejo-me nos cantos de seus encantos,
tentando encontrar o conforto do seu corpo,
continuo a procurar todos os infindáveis dias,
a mulher que levou para longe de mim a minha própria vida...
Rocaro Santos
Enviado por Rocaro Santos em 13/11/2006
Reeditado em 09/02/2007
Código do texto: T290289
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link da obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rocaro Santos
Santos - São Paulo - Brasil, 39 anos
78 textos (6942 leituras)
1 áudios (26 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:52)
Rocaro Santos