Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão

Ao despir-me das vestes do amor
Libertei-me de ilusões apaixonadas
Ao crer em fábulas descobri a dor
E vi caírem alegorias, desbotarem-se fachadas

Vi-me em terreno lúgubre e sombrio
A esconder toda a fúria do meu ser
Em meu coração cravado e tão vazio
Percebo o sentimento murchar, emudecer

Culmino a culpa da doce ilusão perdida
Quando suas palavras eram-me única alegria
E pago em horas o preço de uma vida
E sigo a contá-las até o findar do dia.

12 de novembro de 2006.
Bia Mendonça
Enviado por Bia Mendonça em 14/11/2006
Código do texto: T291225
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bia Mendonça
Goiânia - Goiás - Brasil, 37 anos
32 textos (5013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:56)
Bia Mendonça