Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bela Minha

Bela, bela minha
Onde estas?
Por que te escondes
Bela rainha

Meus olhos te buscam
Como um farol busca o mar
Até os confins da terra
Meus olhos vão te enxergar

Sem ti bela minha
Nada me satisfaz
Nem a beleza, nem a pureza
De amar não sou capaz

Estou dormindo
Meu coração está desperto
Meu coração clama
Não o deixe deserto

Admiro-te, bela minha
Não há defeito em ti
Serena, pura
Como a noite ao cair

Olhos de ônix
Lábio escarlate
Fora esculpida
Incomparável arte

De que me serve a prata
De que me serve o ouro
Quando não possuo
O mais precioso tesouro

Saiba que penso em ti
Ao nascer do dia, ao anoitecer
Penso em ti agora
Pensarei até morrer

Caiam as estrelas
Caiam os céus, sequem o mar
Farei o que for possível
Para meu amor não naufragar

Nada me afastará de ti
Nem a morte, nem a vida
Nem a guerra, nem a paz
Nem uma profunda ferida
Nada será capaz

Contemplo o céu
Olho para o nada
Não te vejo bela minha
Onde estas minha amada
Allan
Enviado por Allan em 15/11/2006
Código do texto: T291664
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Allan
Brumado - Bahia - Brasil
3 textos (137 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:51)
Allan