Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escreva-me

Escreva-me,
quando a brisa suave, serena
lhe trouxer, de repente,
o meu apaixonado olhar.

Escreva-me,
quando a saudade,
em seu confuso coração,
ocupar o meu lugar.

Escreva-me,
quando a solidão,
campo estéril, sem flor,
alcançar o seu sonhar.

Escreva-me,
quando a tristeza,
como a  ressaca do mar,
vier sua alma alagar.

Escreva-me,
quando o inverno intenso
for sua única estação.
E primavera não mais chegar.

Escreva-me,
quando as noites sem estrelas,
sem luar, tornarem-se amargas
e comigo quiser desabafar.

Escreva-me,
quando o vento incessante
da indiferença
as árvores do seu ser desnudar.

Escreva-me,
quando os teus olhos,
melodiosa canção,
pedirem-me para voltar.

Escreva-me,
mesmo quando não houver
belas palavras.
Não se preocupe. Compreendo.
Já me é o bastante
saber que, em mim,
está o seu pensar.

Escreva-me,
quando em mais nada acreditar.
Sou sua esperança,
alguém que te ama
a te esperar.




SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 19/11/2006
Reeditado em 19/11/2006
Código do texto: T295686

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29986 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:38)
SueliFajardo