Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À flor da pele

Perdi a minha alma
em busca de um amor
que me nega, me renega
a um segundo...terceiro...
décimo...distante plano.
Desisti de desvendar labirintos,
invejei com gana
o desejo de Teseu.
Que amor é o meu
inascecível como estrelas
anos, anos-luz distante.
Tão perto e tão longe:
perto da derme
longe do coração.
Tornei-me um gladiador
todos os dias
tentando desfazer suas defesas
quebrar suas armaduras.
Quando a balança
pesa pro meu lado,
quebro a cara.
Onde está o infeliz cupido
que não te envenena.
Stop, páre ,no más.
Ame - me ou renegue-me
mas não diga: não sei.
André de Siqueira
Enviado por André de Siqueira em 20/11/2006
Código do texto: T296123

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rodrigues de Siqueira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André de Siqueira
Recife - Pernambuco - Brasil, 51 anos
33 textos (1228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:33)
André de Siqueira