Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TALVEZ

suspiro em sentir e recordar
nossas pernas...
nem sei mais quais são as minhas

te ver e te notar
tua boca...
equilibra razão e emoção

te enxergar ao acordar...
te desejar...
desfaleço sentindo seu corpo

me faço teu em nosso momento
te mordo, te aperto, te faço desejar
lhe mostro doçura, alento
e também uma nova forma de amar

nossa cama parece perfeita
tua língua em meu peito
se pudesse escolher já seria eleita
contigo tenho liberdade, intensidade e respeito

então não vá
estarei sempre aqui
não vá
quero sempre vê-la feliz

não lhe prometo amor eterno
nem juro sobre o que a de vir
mas sabemos que depois do inverno
a primavera sempre nos leva a sorrir

e talvez pode ser desta vez...
que ela floresça...
após este inverno!

não tenha pressa,
eu não tenho...
MaxVc
Enviado por MaxVc em 21/11/2006
Código do texto: T297588
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MaxVc
Goiânia - Goiás - Brasil, 35 anos
75 textos (4215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:49)
MaxVc