Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Analogia

  Sou igual a você
  e obscenos que somos
  sujamos o mundo com nossas palavras.

    Sou igual a você
    porque  choro, rio, amo e odeio.
    Temos sede de viver
    e  vivemos com sede
    porque  não vivemos tudo.

  Sou igual a você
  por velejarmos no mesmo barco
  e ser nossa coragem o  vento
  que  nos impele no desfraldar
  das velas, pra seguir adiante.

    E a nossa emoção o leme
    -já curtido pelo sal da água-
    a nos nortear o caminho
    e não nos deixar arrastar
    ao sabor incerto das ondas.

  Sou igual a você...
  Eu sei!... Não é de agora!...
  Unidos como as vergas
  e o mastro deste velho barco
  seguimos pela vida afora.
LimaNader
Enviado por LimaNader em 25/11/2006
Código do texto: T301395
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LimaNader
Dom Silvério - Minas Gerais - Brasil, 66 anos
9 textos (199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:03)
LimaNader