Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sabor do amor

sabor do amor


amor palavra caliente,arde doi ,machuca agente,
mas ai daquele que naum sente ,ou nunca provou desta semente,
amor sentimento profundo chega de mansinho, toca la dentro...
em no fundo,
suspirar de nada adianta é como se brotasse uma planta
que vai e
cresce de forma branda e se enraiza com toda a firmeza
no topo de
cada coração desavisado,sentido,carente,ou mesmo magoado,
que de   tão bom chega a ser malvado.

eis a andorinha viajante que voa daqui pra ali,
qual o gavião tão malvado que por tua beleza enfeitiçado
pode levar-te de mim?

e eu o que faço simples pardal ,sem asas neste imenso quintal,onde o
gato da vida se faz repousar num sono preguisoso e faminto,
de onde sei daqui nem com assovios nem gritos poderei escapar.

mas vejo que retornas andorinha ,meiga e branda pra nas tuas asas
me agasalhar,
e quando por ti sou aquecido, esqueço do gato bandido e volto a
saber o que é
                             amar.
PI OANJODEFOGO
Enviado por PI OANJODEFOGO em 27/11/2006
Código do texto: T302961

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PI OANJODEFOGO
Cabrália Paulista - São Paulo - Brasil, 54 anos
67 textos (3135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:40)