Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

D E S P E D I D A

Estiquei o cordão do afeto
O mais que pude agüentar
Tu eras meu assunto predileto
Mas a corda acabou de arrebentar

Percebi o quanto estava enganada
Insisti demais no nosso amor
Agora vou procurar outra estrada
Esta já me causou tanta dor!

Vou te tirar do meu pensamento
Nem que seja a ferro e fogo
Peço perdão pelo meu atrevimento
Mas agora eu preciso virar o jogo.

Tu não és o culpado de nada
Fui eu quem te amou demais
Não posso pedir para ser amada
Nem tampouco suportar os meus ais.

Por isso, agora eu me despeço,
Com tanta dor, que somente eu sei
Desejo-te, sorte, amor, sucesso,
E alguém que te ame, como eu te amei.

PoA-RS, 21/06/1999
Clara Strapazzon
Enviado por Clara Strapazzon em 28/11/2006
Reeditado em 28/11/2006
Código do texto: T303747

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Strapazzon
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
228 textos (29595 leituras)
9 áudios (1145 audições)
1 e-livros (36 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:54)
Clara Strapazzon