Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberte-me



Meus olhos estão vendados;
Meus ouvidos, nada querem escutar,
Meus lábios não se mexem

Meu mundo gira ao contrário
Minha vida, não é mais a mesma,
Minha alma despedaçou-se,
Meu olhar...
Busca por um esconderijo

Penso, penso, e penso...
Quero dormir, e jamais ser despertada.
Quero amar, sem ser decepcionada.
Quero sentir que não estou mais sufocada.

Enfim, minha alma respira tranqüila.
O peso que antes sentia, agora virou fantasia.
A dor que em mim transparecia, agora virou simpatia.
Então, agora posso esclarecer.
Que a razão do meu viver
É saber que tudo um dia posso esquecer!

14-09-05
Lolinha
Enviado por Lolinha em 30/11/2006
Código do texto: T305313
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lolinha
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 24 anos
2 textos (42 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:48)
Lolinha