Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUA

Naqueles dias em prantos
Eu ouço sua voz.
Naquele copo vazio
Eu vejo você.
De frente a mesa ao
Espelho eu vejo você!
Lua ,minha lua, tu és o oposto do sol.

Naquele tempo eu era apenas um menino herói.
Sonhava tanto que mau podia-lhe dizer:
O quanto eu  sonho em te- La comigo outra vez.
Lua, linda lua... tu és o oposto do sol.

Se tudo que quero é teu corpo
Nessa noite sem fim...
Me queimo no escopo
Do lodo de uma noite infernal.

Me queimo,me sujo, me olho,
Faço de tudo,um nada de mim.
Me afogo, me afago nos lagos,
Nessa noite sem fim...
Lua, linda lua... tu és o oposto de mim.



Hugo Neto
Enviado por Hugo Neto em 01/12/2006
Código do texto: T306371
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Neto
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 32 anos
37 textos (891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:01)