Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RECEIO


Desculpe-me, enxerguei mal o teu olhar
Era um olhar de medo e dúvida.
Sou dono da minha verdade,
Da forma como a vejo.
Mas não sou dono da verdade
Conforme ela é.

Você é poesia
É sonho

Às vezes, me perco na razão e desejo,
Mas consigo enxergar o teu carinho
E sentir o teu amor.

Desculpe-me, mas esse amor tem cheiro,
Uma só coisa, uma pele que gruda.
Somos nós dois, apenas nós dois.

Desculpe-me, mas serei teu sonho enquanto me amar.
Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 05/07/2005
Código do texto: T31279
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
730 textos (54083 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:03)
Jose Carlos Cavalcante