Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO

Flores que a vida me nega
No tempo em que estou por aqui
Quando meus olhos cerrarem
Serão espalhadas por cima de mim

Lágrimas que molham meu rosto
Promessas e juras de eterno amor
Que foram perdidas no tempo
E no esquecimento o vento levou

Gente de vida apressada
Que esqueceram a amizade que ofertei
No ultimo adeus terão todo tempo
Para lamentar a saudade
Que talvez eu deixarei.

Flores que foram arrancadas
Do jardim que eu plantei
Nessa terra abençoada
Que vivi e tanto amei

Terra que meu viu chegar chorando
Vindo de um lugar desconhecido
Mas quem sabe ao retornar
Levarei na alma um sorriso

Tempo que passa girando
Destruindo a alegria
Eu também vou me vingando
Pois não podes apagar
Minha amada poesia.
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 16/07/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T34715
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:34)
FalcaoSR