Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diferente esta noite

Uma nódoa opaca e disforme
cobre o céu das minhas tristezas
impondo-me uma distância incomum
entre o ontem de sorrisos
e o hoje sem sentido.
Sentimentos obscurecidos
pelo tempo e pela distância,
amarelados pela negligência,
amargados pela inconstância.
 
Perde-se o sabor adocicado
das palavras impensadas,
do carinho de mãos dadas,
da expectativa de algo novo
diferente dos demais...
Tão difíceis os momentos
em que se processam esquecimentos!
Tempos de transição
onde o que se almeja
está sempre na contramão.
 
Constelações distorcidas
pela ausência da visão clara
indefinem o rumo a tomar.
Polui-se o refletir
e agoniza na incerteza
o amor que se jurou sentir.
Compadecidos
os sonhos deixam de ser floridos,
as lágrimas evaporam sem rolar,
o corpo tomba cansado,
pensando não mais levantar.
 
Um último fio de esperança
tenta ainda, descrente,
entrar pelas pálpebras cerradas .
Brada, no infinito, o desejo
de tentar com forças redobradas.
Cleide Canton
Enviado por Cleide Canton em 25/07/2005
Código do texto: T37541
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cleide Canton
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (3241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:13)
Cleide Canton