Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No escuro da noite

É noite
Mas há tempos me agrada a escuridão
Pois é agora no silêncio desta noite que posso fechar os olhos e voltar a ver o brilho do teu olhar.
Então o que antes era medo e solidão, agora é céu de estrelas, luar, clarão.
Sinto o frio que a tua falta me faz, queria ter agora teu corpo, teu calor.
Mas neste momento de olhos fechados na escuridão, posso sentir forte como a luz do sol, a certeza que você está em alguém lugar também a me desejar.
Lembro então do seu jeito de me tocar, de falar.
E sem me dar conta, sorrio o teu sorriso, copio gestos, palavras.
Me pego sentindo falta de coisas que antes eu detestava.
Ironia do destino, ciladas do amor.
Embalada por esta saudade me deixo viajar até te encontrar.
E protegida pelo meu sonho posso assim reviver toda loucura. E na ternura que vem depois irei adormecer.
Até o sol raiar e me acordar pro dia, pra claridade dura da realidade e da saudade.



Conie
Enviado por Conie em 11/08/2005
Reeditado em 11/08/2005
Código do texto: T41980
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Conie
São Paulo - São Paulo - Brasil
9 textos (333 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:56)
Conie