Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insônia de amar


Corpos que não se tocam
Corpos que não se aquecem
Amor dilacerado
Totalmente endiabrado
Por desejos reprimidos
De um louco apaixonado
Que esmola sua atenção!
Ao seu lado me deito
Você sente minha presença
Teu desprezo me violenta!
Na insônia do meu amor
Só te observo
Controlo meus desejos
Não te toco
Mais te quero!
Meu corpo queima por você
Mas seu corpo não me chama
Seu corpo não me quer.
Alimento-me do meu amor
Provo do meu próprio veneno
Martirizo nele toda minha dor.


EDU
Enviado por EDU em 30/08/2005
Código do texto: T46205
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDU
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 39 anos
127 textos (9321 leituras)
1 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:59)
EDU