Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O dia que eu me vi morrendo

Até agora não consigo entender
A frieza das tuas palavras
E a tristeza do teu olhar

Era como se boca e olhos
Estivessem separados
Como se fosse alguém diferente

As palavras separaram a gente
Enquanto os olhos gritavam meu nome
Um grito que não se ouve,
Só se sente

Nesse dia eu me vi morrendo

Estou tentando renascer,
Mas não é fácil esquecer
Todo este nada que houve entre nós

Por que tens que me fazer sofrer?

Se algum dia quiseres conversar
Podes me chamar
Só não sei se ainda vou te amar.

10.05.2002 – 08:33AM
Fabby Poetsch
Enviado por Fabby Poetsch em 01/09/2005
Código do texto: T46784
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fabby Poetsch
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
12 textos (2438 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:40)
Fabby Poetsch