Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIGRANDO COMO ANDORINHAS

Dança dos fandangos
Sedutores e seduzidas
Elegâncias e prestezas
Os desejos nos olhares
O extasse do sonho
Os cheiros no cangote
Tresmalhados e atraentes;
Gentis, amáveis e carentes.
Seus rostos, suas mascaras.
E um só objetivo! Amar...
Amar sem pejo
Flores e cartões
Amar de coração
Espontaneidades e doações
Amar e serem amados
Acolhidos do frio
Amar e amar
Até o dia anunciar...
Migraram feito andorinhas
Desfizeram seus ninhos
Só restou lembranças!
Os cantos e a certeza
Renovados de esperanças
Alimentados de sonhos
Até a próxima migração.


Escrito em 24 de outubro de 2014, por Orlando Oliveira.

ORLANDO S OLIVEIRA
Enviado por ORLANDO S OLIVEIRA em 24/10/2014
Código do texto: T5010122
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ORLANDO S OLIVEIRA
Aracaju - Sergipe - Brasil, 55 anos
824 textos (26937 leituras)
4 áudios (131 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 12:25)
ORLANDO S OLIVEIRA