Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VELHO CORAÇÃO




Após a cirurgia onde foram colocadas cinco pontes no meu peito,

Alguns comentam: você está com o coração novo!

Não. É o mesmo coração. O velho coração que já não batia da mesma forma,

O velho coração que teimava em funcionar em condições adversas.

O velho coração que mesmo mal irrigado, buscava caminhos para continuar amando.

É o mesmo coração!

O mesmo coração que já passou por tantos dissabores, que já viveu tantos amores.

Que já sentiu tantas dores.

O velho coração agora ganhou uma sobrevida, tem um pouco mais de tempo para continuar com a sua vocação: Amar!

Durante este período, em que o meu coração foi arrancado do próprio peito, ele ficou mais forte, é verdade.

A quantidade de amor que ele recebeu, de carinho, de afeto, nossa que coisa linda, boa, divina!

Alunos, professores, coordenadores, amigos, parentes, família e pessoas que nunca vimos. Encheram o velho coração de energia.

O velho coração não apenas trocou as suas tubulações, mas se energizou com a quantidade enorme de amor que recebeu.

Na verdade este coração não sabe viver sem amar. Creio que quando o Criador o criou disse: AME! E simplesmente este coração ama.

A você meu colega, meu irmão, meu amigo, meu aluno, a gratidão deste velho coração, que mais do que nunca se sente honrado com o amor que você direcionou para ele, nestes momentos de apreensão.

O velho coração agradece e promete continuar: amando!


DMoraes
Dmoraes
Enviado por Dmoraes em 14/09/2005
Código do texto: T50470
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dmoraes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
96 textos (6656 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:35)