Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jóia Rara

Procura-se um guerreiro
Que não tenha vergonha de amar
Que beije a vida todos os dias
Que resista até a fúria dos ventos
Que não abandone o barco na tempestade
Que se deixe polir pelo tempo
Que seja jóia rara
Esperando o toque do lapide
Que seja rocha quando precisar
Mas que deixe o vento nos seus ouvidos soprar
Que abrace o sol
Que sorria com a luz do dia
Que se deixe embriagar pela beleza dos astros
Estrelas, cometas, cadentes, luares
Que seja pura poesia
Versos que surgem como a poeira nas retinas
Linhas transcritas sem mentiras
Que faça nos meus ouvidos rumores
Que tenha o toque dos tambores na melanina
Que tenha a verdade na mente
Simpatia, sinceridades sem hipocrisia
Que saiba dividir tristezas e alegrias
Que nem as formigas no dia-a-dia
Que faça meu coração acelerar
Como carro em farol amarelo sem breque
Que faça o meu sangue percorrer
Em circuito elétrico
Pode parecer idealizado
As características desse guerreiro
Mas em algum lugar
Existe esse cara que será meu eterno companheiro.
MJIBA
Enviado por MJIBA em 14/09/2005
Código do texto: T50471
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MJIBA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
26 textos (3237 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:02)
MJIBA