Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema simplório para meu amor



Não importa se os tempos mudaram,
Se os homens já não sonham
E não sabem que morreram
E se as estrelas já não brilham mais
E se já desvendaram todos os segredos
Que habitam o coração de uma mulher,
Pois a mulher sem segredo é uma concha vazia!
Não importa se o mundo se espatifou
E seus destroços emergiram
Como fumaça e se espraiaram pelo cosmo.
Nada disso tem a mínima importância
Se tenho teus olhos como faróis incandescentes
A me alumiar meu caminho
e em teu coração eu encontro meu ninho!
aroldo camelo de melo
Enviado por aroldo camelo de melo em 14/09/2005
Código do texto: T50517
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
aroldo camelo de melo
Brasília - Distrito Federal - Brasil
13 textos (862 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:37)