Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM ALGUM LUGAR DO PASSADO...

Esta manhã acordei chorando... não foi a única. Desde que te foste, minhas noites são marcadas por sonhos e lembranças daquilo que juntos vivemos.

A saudade pauta cada instante da minha vida, me faz sua prisioneira... traz - me as imagens de um tempo perdido em algum lugar do passado, onde nos conhecemos, nos amamos apaixonadamente e fomos felizes...

Nosso céu era um constante arco - íris, durante o dia e à noite, estrelas fulguravam como grãos de cristal espalhados numa superfície escura , onde refletiam todo o brilho prateado da lua, sob a qual nos amávamos perdidamente...

Quando o dia amanhecia, e o Sol penetrava pelas cortinas, o canto das cotovias nos despertavam, as roseiras sob a janela exalavam seu perfume inebriante e nossos sentidos também despertavam...

Assim como as noites, as manhãs eram feitas de amor... entre beijos, carícias e sussurros, nossos corpos se buscavam como o girassol busca o Sol, onde quer que ele esteja, atraídos como se um ímã nos unisse...

Nos amávamos na cama, sob o Sol, sob a chuva, na relva, no tapete, no campo, entre as flores silvestres, sob as árvores... enfim, não havia hora ou lugar para que nosso amor se fizesse... éramos a própria essência do amor e tudo nos era permitido...

Tu me dizias que apenas Deus o tiraria de mim, porque nosso amor era indestrutível, poderoso, infinito e verdadeiro, e por assim ser, nem a morte nos separaria, porque onde estivéssemos, nos esperaríamos... e quantos planos, em nossa juventude, fazíamos para que nosso futuro fosse sempre feliz!

Mas o destino não quis que assim fosse... a fatalidade abateu - se sobre nosso mundo, sobre minha vida, de forma inexorável, deixando - me sozinha, sem chão, enlouquecida de dor... porque com um último suspiro, sorriste para mim, partindo para sempre...

Quando dizias que só Deus poderia tirar - te de mim, parece que previas a tragédia que se abateria sobre nós, separando - nos definitivamente, aqui na Terra, mas eu sei, porque me prometeste, que em uma outra dimensão estás à minha espera, e então, nada nem ninguém poderá impedir que revivamos a felicidade do amor maravilhoso que um dia vivemos e que ficou, para sempre marcado em nossa historia, em algum lugar do passado...


Arianne Evans
Enviado por Arianne Evans em 17/09/2005
Código do texto: T51234
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Arianne Evans
Curitiba - Paraná - Brasil, 66 anos
695 textos (57305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:13)
Arianne Evans