Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De rosas e baobás


Nos jardins das almas de todo mundo, como na minha,
Estão plantadas as sementes que levamos por toda vida,
Algumas bem fundo, latentes, por vezes de ervas daninhas,
Que insistem em brotar, despertadas por lágrima sentida.

Estas lançam folhas tênues, como se frágeis e inocentes,
E se as deixamos crescer em nossos corações, aqui e acolá,
Sem as distinguirmos dos brotos das rosas, inconseqüentes,
Destruímos nossos jardins, empesteando-os com os baobás.

A cada novo dia, devemos observar e cuidar, atentos,
Sem permitir que cresçam nos jardins de nossos corações,
Distinguindo-os com os olhos da alma e dos sentimentos.

E quando encontrarmos os que são brotos da mais bela flor,
Com carinho e zelo deles cuidarmos, vendo abrir em botões,
Exalando a essência de nossas vidas e conheceremos o amor.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 21/09/2005
Reeditado em 14/10/2013
Código do texto: T52453
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1319 textos (197977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:36)
LHMignone