Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUETO: QUANDO OLHO PRA VOCÊ

Andrade Jorge e Célia Jardim

QUANDO OLHO PRA VOCÊ

Quando olho pra você
e vejo seus olhos a me fitar,
meu coração acelera,
minha voz se cala,
e fico perdida a te contemplar.
Você me deixa assim,
perdida em você ou em mim....
(Célia Jardim)

Quando olho pra você,
seu olhar me deslumbra,
tem toque de magia no ar,
e nesse encontro das retinas,
meu olhar, o amor vislumbra,
é poesia que não se lê,
cega-me a visão e então
percebo: estou perdido em você...
(Andrade Jorge)

Quando olho pra você
seus olhos me dizem tudo,
não preciso de palavras,
este seu olhar não é mudo...
sem nenhuma explicação,
sou levada pela emoção,
entrego-me aos seus carinhos,
já não procuro caminhos...
seu corpo é minha estrada,
o rumo certo do meu desejo,
E me faz entender,
que só posso me encontrar,
se em você me deixo perder...
(Célia Jardim)

Quando olho pra você
vejo o sol refletindo a lua
faiscando a chama desse olhar que ama,
assim desnudo-a, desnuda-me, arde
queimam meus cristais congelando-a nua
Invado-a, invade-me sem pudor, sem alarde
olhares que se fundem: eu, você, nós,
olhar uno revelando fascínio
que dispensa o som da voz.
(Andrade Jorge)


Célia Jardim
Enviado por Célia Jardim em 27/09/2005
Reeditado em 27/09/2005
Código do texto: T54247

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Célia Jardim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (43816 leituras)
19 áudios (1387 audições)
9 e-livros (765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:46)
Célia Jardim