Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESTINOS IGUAIS

Na vila de Monte Verde,
Muitos fatos se passaram;
Conheci Mário e Marina,
Criaturas que se amaram.

Mário, moço muito bom,
Trabalhador honrado;
De todos que ali viviam
Era muito estimado.

Mário conheceu Marina,
Numa festa de São João;
Marina moça bonita,
Parecia uma flor em botão.

Passaram aquela noite,
Na mais perfeita harmonia;
Combinaram de se casarem
No prazo de poucos dias.

Marina era de longe,
De onde não sei contar;
Só sei que ela foi s'embora
Com promessa de voltar.

Quando o pai de Marina
Ficou sabendo do negócio;
Muito nervoso exclamou:
- "Eu não preciso de sócio!"

Marina escreveu uma carta,
Ao seu amado enviou,
Contando claramente
O que seu pai lhe falou.

Mário leu a missiva
Que dizia, tristemente:
- Não posso ir ao seu encontro,
Pois papai jamais consente.

Mário ficou desorientado
E tornou-se um sofredor;
Pois, não sabia o que fazer,
Pra rever o seu amor.

O pobre moço pensava
Esfregando a testa co'a mão:
- "Raptar  M a r i n a ! ...
É a única  s o l u ç ã o ."

Naquele exato momento,
Teve uma idéia excelente;
Preparou seu cavalo branco
E viajou apressadamente.

Chegou logo no destino,
Num jardim belo e florido;
Por um menino que ali estava,
Foi gentilmente atendido.

Mário disse ao menino:
- Quero que me faça um favor;
Entregue este bilhete,
À Marina, meu amor.

Marina recebeu o bilhete
E num instante leu;
Tudo que ele dizia,
Marina compreendeu.

Marina foi ao local
Que o bilhete indicou;
Mário estava a sua espera
E com carinho lhe abraçou.

Mário disse: - "Meu bem!"
Ouça o que vou lhe dizer:
- Monte aqui na garupa
E vamos juntos viver.

Sem pensar em mais nada,
A bela Marina concordou
E seguiram viagem,
Cantando canções de amor.

O pai da bela Marina
Não queria concordar;
Mas depois de alguns dias
Resolveu   a s s i n a r .

Marcaram o casamento
Pra noite de Natal;
Receberam as alianças
Sob a bênção nupcial.

Casaram e vivem felizes;
Pois, Deus quis lhes dar,
Os destinos iguais
Para juntos viver e amar.
João Barbosa
Enviado por João Barbosa em 29/09/2005
Código do texto: T54778
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Barbosa
Extrema - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
160 textos (10958 leituras)
3 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:26)
João Barbosa