Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai e filho

Vem, filho, senta-te a meu lado, mesmo que por fugaz instante,
Deixa-me envolver-te de novo em um abraço terno, com carinho,
Acariciar teus cabelos, beijar-te, afagar-te como em tempo distante,
Quando velava teus sonhos, pássaro implume adormecido no ninho.

Se hoje, sob o ritmo implacável do tempo, já és também um homem,
Em tua face e em teus olhos, por mais que tente, ainda vejo o menino
Que sempre fostes, que sempre serás para mim, por mais que te tomem
Como adulto, responsável por teus atos, dono de teu próprio destino.

Sentemo-nos no chão, vamos montar quebra-cabeças, palavras cruzadas,
Jogar bola, soltar pipa, rodar pião, somos de novo mocinho e bandido,
Vamos correr com nossos carrinhos de brinquedo, construir estradas.

Vamos juntos, felizes, reviver lembranças, recuperar o tempo perdido.
Se o descaminho da vida nos separou, em suas tantas encruzilhadas,
Sou teu amigo, bem mais do que fui, bem menos do que devia ter sido.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 06/10/2005
Reeditado em 30/09/2013
Código do texto: T57182
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1319 textos (201319 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:45)
LHMignone