Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cúmplice

Na penumbra cúmplice
dos olhos teus
ao contato do meu corpo desnudo
sua essência comungava
do Silêncio exalado por nós

do Silêncio pleno, cheio
de sentido místico e grave,
penetrando o instante
em que meu corpo seguia
o ritmo atento do seu

Silêncio tão desejado
que fala ao ouvido
Arrepiando o íntimo
de nossas noites em claro.
Cirlene Fernandes
Enviado por Cirlene Fernandes em 12/10/2005
Código do texto: T58982
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cirlene Fernandes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
10 textos (488 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:56)
Cirlene Fernandes