Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flores da Alma

Nasce a cada momento
de dor, de sofrimento
nova flor de cor celeste
no centro agreste
matizada em aquarela,
órfã e sem tutela.
 
Nasce entristecida
ensaiando, inibida,
envolver em magia
um olhar-nostagia.
 
Tenta a sedução,
toca a emoção...
Tenta a razão,
não encontra perdão.
Para que veio, então?
 
O véu do amor
fortalece sua cor
que a luzir recria
o sonho, a fantasia.
 
Ei-la, bela e plena,
segura, serena,
Tornou diferente
a alma descrente.
 
É novo o dia
É sã a poesia.
Semente cuidada,
flor germinada.
 
SP, 17/08/2005
14:00horas
Cleide Canton
Enviado por Cleide Canton em 14/10/2005
Código do texto: T59701
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cleide Canton
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (3241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:11)
Cleide Canton