Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A tez íntima da alma

Não verás na minha face e expressão
a tez que o véu de teus olhos procuram
Não verás nos meus olhos
o brio fascínio dilatando sonhos entre os descaminhos
Não verás nas minhas atitudes
a glória desnuda das noites mal dormidas
onde verte na alma acordada a espontânea poesia
Não verás no meu livro de sombras
a luz das palavras eternas, cristais silenciosos...
Nada verás em mim se buscares o outro apenas
e não olhares com o coração
para todas as outras coisas da vida
porque a beleza do inesperado
vem de tudo que está ao meu redor
e, de dentro de mim, vem o teu alcance aos olhos da alma...  
Marco Túlio Schmitt Coutinho
Enviado por Marco Túlio Schmitt Coutinho em 20/10/2005
Código do texto: T61594
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Túlio Schmitt Coutinho
Taquari - Rio Grande do Sul - Brasil, 35 anos
4 textos (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:21)
Marco Túlio Schmitt Coutinho