Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crepúsculo

Talvez me baste ser  incoerente.
Talvez me alegre a cor desta fachada.
Talvez prá ti não queira ser presente
pois realmente nunca foste nada.
 
Pode até ser que um dia tu te encantes
ouvindo os versos que p’rá ti declamo.
Falida a pena, morto os vãos instantes,
força terei p’rá te dizer: te amo.
 
E se este sonho for real um dia,
se o teu querer não for minha poesia,
tu acharás de volta o meu amor.
 
A dor calada só terá guarida
na antologia velha e esquecida
daquela estante cheia de bolor.
 
SP,09/02/2004
18:01 horas
Cleide Canton
Enviado por Cleide Canton em 22/10/2005
Código do texto: T62029
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cleide Canton
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (3241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:51)
Cleide Canton