Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pelas suas asas!

Não havia ainda parado,
E observado a beleza de suas asas.
Nem a doçura do seu olhar.
Foi nessa rua da solidão
Que tantas vezes me vi só
que encontrei em silêncio
um anjo, que sempre me esperou.
Hipnotizada por sua canção,
Foram suas asas que me  chamaram a atenção,
Me aproximei  com grande receio,
Mais meu coração estava tranquilo sentindo uma grande paz,
tão seguro que ousei dá-lhe as mãos.
Me senti inundada por sua luz,
O medo, a solidão e a escuridão tudo se foi.
Com o vento de suas asas se perdeu no tempo.
Talvez tenha morrido em mim a dor,
Talvez eu tenha morrido!
Não sei!
Meu anjo veio me buscar
Me liluminar , Me curar, não sei...
Só sei que pelas asas do meu anjo eu me libertei.
Janaina Gama
Enviado por Janaina Gama em 23/08/2007
Reeditado em 24/03/2009
Código do texto: T620457
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Janaina Gama
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 40 anos
140 textos (6241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:36)
Janaina Gama