Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ROSAS DE SANGUE

Há rosas amarelas, brancas,
negras e azuis,
sensíveis como o sono do vento,
travessas ao olhar.
As rosas são flores verdadeiras
se forem escarlates,
são bélicas, flores de sangue,
acordam o silêncio tímido
e imenso dos meus sonhos
A rosa ardente nasce impetuosa
do galho vergado da roseira
fecunda pegadas de desejos
ao decifrar os versos do poeta.
Não é flor para mãos lívidas,
sem ternura porque são atrevidas
como o beijo roubado.
Paulo Avila
Enviado por Paulo Avila em 24/08/2007
Código do texto: T622456
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Avila
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
383 textos (163733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 19:03)
Paulo Avila