Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOL

                Quantas vezes te amei sem ser amado?
                O bastante pr` provar a infelicidade
                Existente no seu desprezo, ó maldade!
                Mesmo amando-te ainda sou culpado

                Por não saber que agora sou passado
                Na sua vida que sem licença invade
                Meu destino perdido por sua saudade
                Por amar-te tanto fui encorajado

                A dizer-te: feixe de luz nunca acaba
                Pois o sol noturno brilha escondido
                Enquanto a lua majestosa se gaba

                Ao deixar na noite um sexto sentido
                Para sonho sem amor a lua desaba
                Mas para amor sem sonho: sol nascido.
Marcusvinicius
Enviado por Marcusvinicius em 01/09/2007
Código do texto: T634384
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcusvinicius
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 41 anos
21 textos (486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 01:47)
Marcusvinicius